Como controlar o colesterol alto em crianças com lanches saudáveis

Crianças
Foto: Pixabay

A busca sobre maneiras de controlar o colesterol infantil cresceu muito nos últimos anos, especialmente após o período de isolamento social. A má alimentação das crianças, principalmente nas capitais, é um problema que tem afetado o país inteiro.

A maioria dos casos se dá pelo excesso de fast-foods e comidas industrializadas. Outro ponto que contribui bastante é o consumo excessivo de doces por parte dos pequenos, o que pode acarretar em sérios problemas de saúde.

Os pais precisam ter o controle sobre a dieta dos filhos, sabendo o que lhes faz mal e precisa ser cortado e quais são lanches saudáveis para melhorar a saúde deles.

Veja a seguir lanches ideais para você inserir na dieta do seu filho e contribuir positivamente com a saúde dele!

Como controlar o colesterol alto em crianças com lanches saudáveis?

Apesar dos níveis altos de colesterol e triglicerídeos serem mais comuns em adultos, não é mais raro que as crianças estejam sujeitas a esses males. Veja bem, uma pessoa que desenvolve colesterol alto na vida adulta, pode ser bem problemático, mesmo que ela tenha levado uma vida livre desse mal.

Agora se desde a infância a pessoa já sofre com o colesterol alto, isso é duas vezes mais problemático! Isso porque mostra que a criança está seguindo uma péssima dieta, baseada em alimentos que aumentam os níveis de colesterol e triglicerídeos no corpo.

Consequentemente isso vai facilitar o surgimento de placas de gordura nas artérias desde a infância, tornando a pessoa mais propensa a doenças cardíacas e acidente vascular cerebral.

Confira alguns exemplos de lanches saudáveis para controlar o colesterol infantil!

Iogurte com aveia

A aveia é um alimento com inúmeros benefícios, e quando misturado com iogurtes, torna-se um lanche delicioso e saudável.

Especialmente para crianças que costumam comer alimentos gordurosos, a combinação desses dois vai dificultar a absorção de gordura, além de fazer o organismo absorver o açúcar mais lentamente.

Além disso, se a criança estiver acima do peso, essa combinação de alimentos é uma ótima escolha para ajudar na perda dos quilos a mais.

Frutas

Um dos grandes problemas dos pequenos hoje, é que os índices de consumo de frutas são muito baixos! As frutas são alimentos ricos em nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo e são extremamente necessárias para o nosso corpo.

É preciso que haja da parte dos pais, o estímulo a comer mais desses alimentos tão ricos. Um lanche delicioso para as crianças é a salada de frutas, que com certeza estava presente na dieta de muitos pais antigamente.

Sanduíches com geleia diet

O sanduíche normal é uma bomba calórica, e são os fast-foods os principais responsáveis pelo alto nível de colesterol nas crianças de hoje em dia. Para evitar isso, você pode testar receitas de sanduíches leves, que não sejam prejudiciais à saúde.

Preferencialmente escolha o pão integral, pois o pão normal é um carboidrato muito pesado para a criança. Há no mercado muitas opções de geleias próprias para quem está de dieta ou você pode fazer sua própria geleia de morango diet, que podem ser usadas para fazer deliciosas receitas de sanduíche.

Você também pode optar por misturar o pão integral com o peito de peru, que não é um alimento gorduroso e ainda conservará o sabor delicioso do sanduíche.

Omelete de cenoura

O ovo é um dos alimentos mais populares na culinária brasileira, seja ele feito cozido ou frito, costuma estar presente no café da manhã. Seus benefícios vão além do aumento da massa muscular, e o ovo também ajuda a melhorar o sistema imunológico.

Unindo esse alimento à cenoura, que é uma planta que possui propriedades que influenciam diretamente no nível de colesterol, você terá uma receita fantástica para os seus filhos.

Além do sabor, a cenoura é rica em vitaminas e nutrientes, ajuda a melhorar a visão e promove uma melhora nas funções cerebrais.

Goiabada e queijo

Essa combinação alimentar é extremamente popular entre pessoas mais velhas, em especial aquelas criadas nos interiores. Com o tempo a mistura foi perdendo popularidade e as crianças de hoje em dia já não apreciam mais essa união de sabores incríveis.

Além do sabor, o queijo vai ajudar a diminuir a absorção de carboidratos da goiaba, além de promover a sensação de saciedade e impedir que a criança coma em excesso.

Oleaginosas

Entende-se por oleaginosas alimentos como castanhas, nozes, amêndoas, que são conhecidas na área da nutrição por serem fontes de gordura boa! O efeito delas vai incidir sobre o colesterol ruim, conhecido como LDL, fazendo com o que haja uma diminuição fracionário dele.

É muito fácil inserir esses alimentos na dieta dos seus filhos, especialmente pelo sabor diferenciado que eles possuem! Basta algumas gramas por dia, e o efeito já poderá ser sentido em pouquíssimo tempo.

O que mais é possível fazer para controlar o colesterol alto em crianças?

Como já foi visto, com o aumento dos índices de crianças com colesterol alto, foram surgindo muitos manuais com fórmulas para evitar que esse mal se consagre.

Dois dos principais problemas que além de contribuir pro colesterol alto na infância, mas também possuem relação direta com a obesidade e problemas cardíacos, são os fast-foods e o sedentarismo.

Com a nova cultura tecnológica, os pequenos começaram a gradualmente abandonar as atividades ao ar livre, exercícios, entre outros. Somado isso a cultura da alimentação rápida, da rotina corrida, dos pais comprarem produtos industrializados e acostumarem as crianças a comer em redes de fast-food, a coisa perdeu um pouco o controle.

Por isso as próprias escolas estão apostando de hoje em dia em atividades ao ar livre, para fazer com que as crianças se movimentem, além de dinâmicas de interação para evitar o uso excessivo de smartphones.

Então não basta apenas construir uma dieta saudável para os pequenos, mas sim conciliar isso com a prática de exercícios físicos.

Por que os pais devem estar atentos?

Para conseguir controlar o colesterol infantil, antes é necessário saber que o seu filho está sofrendo com esse mal. Como dito antes, a nossa cultura exige que tudo seja corrido, deixando muitas vezes pouquíssimo tempo para se atentar a algumas coisas.

E o colesterol é um mal invisível, ele vai estar atacando a saúde do seu filho sem você nem ao menos perceber. Por isso é preciso estar de olho na forma que as crianças se alimentam, nas atividades delas, se estão praticando exercícios ou não, entre outros pontos.

Conclusão

O colesterol alto não é mais um mal exclusivo de adultos de meia idade ou jovens adultos que não se alimentam direito.

Agora tornou-se cada vez mais comum que as crianças sofram com esse mal, causando danos que se não forem combatidos logo, poderão deixar sequelas para o resto da vida delas.

Por isso os pais precisam ter regras firmes quanto à alimentação dos seus filhos, além de ser necessário regular o que ele come e se ele está ou não se exercitando.

Hoje você conheceu algumas receitas básicas e fáceis de fazer para substituir a alimentação pesada da criança que está sofrendo com colesterol alto.

Há, entretanto, muitas outras que você pode aplicar, basta usar a criatividade! Gostou do texto e quer conhecer mais sobre assuntos relacionados? Não deixe de conferir nossas outras publicações!

Compartilhe:

WhatsApp Facebook Twitter Pinterest Email Imprimir