Receitas > Matérias > Tomate sweet grape ajuda na absorção de ferro

Tomate sweet grape ajuda na absorção de ferro


Avaliação: / Tomate sweet grape ajuda na absorção de ferro14 votos
PiorMelhor 
Por Oba Hortifruti

Foto: Oba Hortifruti
Foto: Oba Hortifruti

Fonte de vitamina C, o fruto é doce e com poucas calorias, ideal para ser consumido in natura. Tomate-cereja, tomate-caqui, tomate-italiano e tomate-carmem. Estes são alguns de uma infinita variedade de tomates encontrados no mercado.

São comuns em saladas, molhos, lanches e outras deliciosas combinações culinárias. Uma espécie tem se destacado no mercado.

Miúdo e com sabor adocicado, o tomate sweet grape (tomate uva) se assemelha a uvas Thompson, por serem pequenos e alongados. Este pequeno tomatinho de coloração bem avermelhada possui teor de açúcar elevado e baixo índice de acidez.

É indicado para o uso em saladas e molhos ou consumo sem acompanhamentos, como uma fruta in natura. Ele é excelente para quem está de dieta, pois tem apenas 21 kcal a cada 100g, tendo em média 2,50 kcal por unidade.

O tomate possui diversos benefícios para a saúde. É ótimo na cicatrização de feridas e queimaduras por ter vitamina C. Também ajuda na formação dos dentes nas crianças, ossos, fortalecendo também, os vasos sanguíneos.

"Esta vitamina também aumenta a absorção do ferro evitando a anemia em crianças que estão em desenvolvimento e adultos que fazem tratamento para anemia." explica a nutricionista do Oba Hortifruti, Daísa Pinhal.

Rico em potássio, o tomate ajuda a regular o equilíbrio de líquidos. É essencial no funcionamento correto dos músculos e no controle da pressão arterial.

Outra substância presente no tomate é o folato, responsável pela produção dos glóbulos vermelhos e ajuda no metabolismo. O cultivo deste tipo de tomate é protegido, realizado em estufas, acondicionado em vasos ou “bags”, nunca diretamente no solo.

A planta rende seis meses de colheita, depois é preciso replantar. A meta de produtividade é de 10 quilos por planta ao ano. Por sua produção ser em estufas, o custo é reduzido e a produção expandida.

Ela é uma ótima opção para épocas de chuvas, pois não afeta na colheita nem na qualidade dos frutos. Criada no ano de 2000 por uma empresa japonesa, esta semente foi trazida ao Brasil em 2005, onde logo despertou o interesse de uma série de agricultores.

Estima-se que, em 2013, a produção brasileira desta espécie supere 89 mil toneladas. Para saborear esta delícia, experimente o filé de frango com o molho de tomate grape.

Facebook Twitter Google Plus Pinterest Email

Adicionar ao meu livro de receitas

Experimente também
Comentários
© 2007-2017 Comida e Receitas | A empresa Anuncie Contato Política de Privacidade e Termos de Uso